Quem o viu, e quem o vê

6 09 2011

Actualmente, já todos estamos francamente fartos do domínio exercido por Sebastian Vettel ao longo deste campeonato de 2011. 7 vitórias em apenas 12 corridas, e apenas 1 corrida fora do pódio fizeram com que o alemão que apenas tinha liderado em 2010 uma prova (ainda que a mais importante, a última), esteja agora a poucas corridas de se sagrar bi-campeão. Confesso que já me mentalizei que ele o vai ser apesar de ainda faltarem 7 provas para o fim, o máximo que posso fazer é esperar que em 2012 seja o ano do Button, novamente…

Mas quando começou Vettel a exercer um domínio tão avassalador sobre a concorrência, ao ponto de que quase todos os fãs da F1 estejam a desejar que ele comece a ter problemas? Ainda se lembram quando o gigante era pequeno e fez todos vibrar com ele na sua primeira vitória?

Há quase exactos 3 anos, Sebastian Vettel surpreendia tudo e todos ao fazer pole position e vencer o GP de Itália debaixo de chuva intensa. Era incrível o conjunto de circunstâncias que envolvia a situação: no circuito italiano, a Toro Rosso, italiana, e a sucessora da histórica Minardi vencia a sua primeira corrida de sempre (e até agora única), e fazia-o (sem nós sabermos) com o futuro bi-campeão mundial que arrasa este ano a concorrência. É com estas imagens que penso que é muito melhor ter este alemão a dominar e não Schumacher…

—————————-

Algumas pequenas notas, mais ou menos relacionadas com o que está acima vão surgir.

Este post foi escrito por mim, não apenas para falar de Vettel e de Monza (que é a próxima corrida), mas também para aproveitar e divulgar este canal do YouTube, o classicosf1, que todos os dias mostra novas imagens com a história da F1 para todos podermos ver ou rever. Pelo menos enquanto a FOM não se encarregar de o eliminar…

Já merecia que a Mercedes fizesse um bom trabalho, não?

Outra questão é a das primeiras vitórias. Após uma pequena reflexão apercebi-me que já desde Vettel (e se excluirmos Webber, que tinha um dos dois melhores carros do grid em 2009) nunca mais vimos um piloto a vencer pela primeira vez. Não calharia bem ver uma cara nova no lugar mais alto do pódio? Especialmente o Rosberg e o Kobayashi que já merecem uma cada, pelo menos.

Por último, destaque para o facto de a Aabar Investments ter 40% da Toro Rosso, e de ter vindo a colocar logos das suas marcas nos carros italianos. A equipa prepara-se para dar um salto de qualidade com melhorias nas instalações, ainda que sem interferência dos árabes nos aspectos admnistrativos. Ou seja, a Toro Rosso vai continuar a treinar recrutas para a Red Bull, e a servir para publicitar a marca de Dietrich Mateschitz. A única diferença poderá ser a performance.

Advertisements

Acções

Information

One response

7 09 2011
Marcos Antonio Filho (@blog_gpseries)

Realmente temos que esperar 2012 para ver no que vai dar…Esse ano já é do Vettel

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: