A situação de Webber

2 05 2011

Possuidora do melhor carro do grid, a Red Bull tem vindo a demonstrar uma eficácia enorme, já que este nem tem contado com problemas de fiabilidade, pois Adrian Newey tratou de os resolver durante o Inverno. Logo, uma das principais razões para o campeonato do ano passado ter sido renhido (bem vistas as coisas…), acabou de ser retirado.

Isto leva a que Sebastian Vettel tenha atingido o topo do campeonato do mundo de F1, com duas vitórias em três corridas. Contudo, Webber tem tido diversos problemas, o que tem colocado em causa, não só a sua rapidez, mas também a sua posição na equipa.

Webber tem sido alvo de alguns rumores de saída.

Mesmo tendo dado sinais de melhorias no GP da China, quando conseguiu subir do 18º posto até ao 3º, vários têm questionado se o australiano não poderá ser corrido da equipa no fim do ano. Talvez seja altura de rever a trajectória de Webber na equipa Red Bull. Tendo chegado à equipa austríaca em 2007, Mark teve dois anos relativamente calmos no meio do pelotão com Coulthard a seu lado, mas para 2009 tudo se alterou.

Com a mudança de regras e de companheiro (Vettel), a equipa conseguiu o seu melhor ano na categoria, se bem que Webber acabou por ficar atrás do alemão, mesmo tendo conquistado a sua primeira vitória. Em 2010 mais do mesmo era esperado mais do mesmo, mas Mark surpreendeu todos ao liderar o campeonato, vencendo (entre outros) o GP de Mónaco, e superando Vettel e várias corridas. Embora Sebastian tenha vencido o título, foi o australiano quem verdadeiramente surpreendeu.

Horner acredita que depois da Red Bull, Webber abandona.

Agora, com as prestações mais baixas os rumores da saída recomeçaram, pois ele já não é exactamente novo (34 anos). A juntar a isto, Christian Horner tinha dito numa entrevista que acreditava que se abandonasse a Red Bull, Webber também abandonaria o desporto. Contudo, Mark veio a público dizer que se a equipa não o quiser mais, ele poderá procurar uma nova “casa”. É certo que dificilmente conseguiria um lugar tão competitivo como o actual, mas Webber sempre mostrou o seu desprazer para com o favorecimento que a equipa tem por Vettel (“nada mal para o segundo piloto”, alguém se lembra?).

O mais provável é que se mantenha com os austríacos por mais um ano, pois a sua vaga (caso saísse) ficaria para Buemi ou Alguersuari, e nenhum dos dois parece ter andamento para acompanhar Vettel (embora Buemi não seja lento…), e a equipa parece muito interessada em ver como Daniel Ricciardo se comportará com o Toro Rosso (para o ano, possivelmente), o que deverá garantir o lugar a Mark, se ele estiver interessado em manter-se.

Advertisements

Acções

Information

One response

20 06 2011
A cobiçada vaga « Fórmula Portugal

[…] último, Mark Webber, que eu já tinha analisado há uns tempos, e que deverá manter-se na Red Bull por mais um […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: