Televisão e Automóveis: combinação perfeita?

5 04 2011

No fim-de-semana que acabou de passar, ocorreu a primeira ronda do British Touring Car Championship (BTCC), sendo que o piloto britânico Jason Plato venceu duas das três corridas realizadas. A relevância disto? Plato não é apenas um piloto, é igualmente um apresentador de televisão…

O programa no qual participa denomina-se Fifth Gear, e consiste na avaliação de carros e em desafios entre os apresentadores. Um pouco como o Top Gear. Na realidade, quando terminou o “antigo” Top Gear (que durava desde os anos 70), os membros do actual Fifth Gear quiseram recolocá-lo, contudo a BBC já preparava o novo (com Clarkson e companhia). Isto levou-os a pedir ao Channel 5 para colocar o programa no ar.

Enfim, um dos membros do programa era Plato, que continua no activo. Na realidade, isto demonstra uma tendência que se tem vindo a acentuar nos últimos anos: pilotos de competição a trabalhar em programas televisivos relativos a automóveis. Para além de Plato, também Coulthard e Brundle trabalham na cobertura das corridas de F1 da BBC, Tiago Monteiro trabalha na cobertura da Sport TV, e Luciano Burti na da Globo, entre outros.

Plato foi o vencedor de duas corridas em Brands Hatch.

Vantagens? Estes pilotos competem durante anos nas competições automóveis do mundo, onde adquirem, não só o entendimento de quando as corridas podem tomar determinado mundo, ou algum piloto tomar certa atitude, mas também um conhecimento quase perfeito de quando um carro se encontra no seu estado ideal, quando necessita de melhorias, e quais.

No entanto há que ter em consideração que não possuem formação jornalística, e muitas vezes não possuem a capacidade de analisar de modo correcto as coisas. Por exemplo, Tiago Monteiro nas suas análises raramente diz quando um piloto está a fazer algo incorrecto, com um espírito muito “politicamente correcto”; e Brundle e Coulthard têm um ligeiro parcialismo por pilotos e equipas britânicos, que embora não tão descarado e patético com o da cobertura dos espanhóis aos seus pilotos, é visível.

Contudo, Plato desempenha o seu trabalho bastante bem. As suas análises são imparciais e bastante interessantes, e como piloto também é brilhante. A juntar a estas vitórias, o piloto também venceu já dois títulos de BTCC em 2001 e 2010. Mesmo aos 43 anos o piloto insite em continuar “até morrer”. “Se eu não conseguisse vencer, pararia. Vencer é tudo, eu não concordo com a visão que ensinam nas escolas de que participar é mais importante que vencer, isso é uma expressão que os perdedores usam”.

Quando questionado se a sua participação no Fifth Gear poderia prejudicar a sua participação no BTCC, Plato respondeu: “É divertidíssimo filmar, eu adoro-o – somos pagos para conduzir carros fantáticos, quem não gostaria? Mas a minha concentração está nisto [BTCC], e o pessoal da TV sabe que ficará desapontado se eu tiver que deixá-los por causa do automobilismo, isto é a prioridade e tudo tem que rodar à volta dela”.

Por último, deixo-vos com um dos seus reviews para o Fifth Gear:

Anúncios

Acções

Information

One response

6 04 2011
Televisão e Automóveis: combinação perfeita? « Fórmula Portugal | ZiiPe

[…] Leia mais: Televisão e Automóveis: combinação perfeita? « Fórmula Portugal […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: